*"Serenidade da Alma"*


Não examinar o que se passa na alma dos outros dificilmente fará o infortúnio de alguém;
mas os que não seguem com atenção os movimentos das suas próprias almas são fatalmente desditosos.
(...) Ser semelhante ao promontório contra o qual vêm quebrar as vagas e que permanece firme enquanto, à sua volta, espumeja o furor das ondas.
- Que desgraça ter-me acontecido isto!
Não, não é assim que se deve falar, mas desta maneira:
- Que felicidade, apesar do que me aconteceu, eu não me mortificar, não me deixar abater pelo presente nem me assustar pelo futuro!
Na verdade, coisa idêntica poderia suceder a toda a gente, mas bem poucos a suportariam sem se mortificarem. Por que razão considerar este acontecimento infortunado e aquele outro feliz?
Em resumo, chamas de infortúnio para o ser humano aquilo que não é um obstáculo à sua natureza? E consideras um obstáculo à natureza do ser humano aquilo que não vai contra a vontade da sua natureza? Que queres, então? Conheces bem essa vontade; aquilo que te sucede impede-te, por acaso, de ser justo, magnânimo, sóbrio, reflectido, prudente, sincero, modesto, livre, e de possuir as outras virtudes cuja posse assegura à natureza do ser humano a felicidade que lhe é própria? Não te esqueças, doravante, contra tudo aquilo que te possa trazer aflição, de recorrer a este princípio: «Acontecer-me isso não é uma desgraça; suportá-lo corajosamente é uma felicidade.»

Marco Aurélio, in 'Pensamentos e Reflexões'
(*)
Buried at Photocasket.com

17 comentários:

pecado original disse...

Olhar positivamente para os momentos menos bons.
Bom pensamento.

Paula Raposo disse...

Concordo com esta reflexão. Mais uma óptima escolha tua. Beijos.

Quintarantino disse...

Não creio que hoje existam estóicos... mas as palavras que nos trazes são prenhes de esperança.

Fernanda e Poemas disse...

Olá momentos, grata pela tua visita ao meu cantinho Fernanda-Refleões.
E digo-te amiga que tens aqui um texto lindíssimo de me deixar com o coração pequenino.
Parabéns!
Bom domingo.
Beijinhos
Fernandinha

Dias disse...

Tu escreves tão bem que me parece um desperdicio amparares-te no discurso de outros.

Beijo grande

Sol da meia noite disse...

Ocorre-me aquela frase: "Se te derem um limão, faz uma limonada..."
Conseguir superar as duras provas, delas tirando os ensinamentos...

Excelente post!
Um beijo!

kakauzinha disse...

Sempre que pensamos em inovações esquecemos que, na verdade, já tudo foi dito. Nos tempos que correm poucos são os que se preocupam com o que se passa na alma, dão mais valor à fachada e os Outros não passam de meros pontinhos ambulantes.

Enfim, aprender a conviver com o que se passa dentro de nós é essencial para que possamos entender o que se passa fora de nós, para podermos olhar à nossa volta com olhos de ver.

Beijos*******:))))))

poetaeusou . . . disse...

*
Não julgues as coisas ausentes como presentes; mas entre as coisas presentes pondera as de mais preço e imagina com quanto ardor as buscarias se não as tivesses à mão. Mas ao mesmo tempo toma cuidado, não seja caso que ao deliciares-te assim nas coisas presentes te habitues a sobrestimá-las; procedendo assim, se um dia as viesses a perder, davas em louco rematado.
*
in) Marco Aurélio
*
bji
*

Poliedro disse...

Adorável Amiga:
Um texto brilhante que é uma verdadeira lição de sabedoria. Contorna barreiras, obstáculos inoportunos e sabe exemplarmente Ser e Estar.
Como adoro a forma como decora as palavras e pinta, concebe, quadros maravilhosos nos seus textos lindos!
Maravilhoso sentir. Lição de mestria.
Adorei!
Beijos amigos de afecto
pena

Jose Gonçalves disse...

Olá momentos

A grande vantagem de saber-mos viver bem é aprendendo com os nossos próprios erros.
Essa capacidade dá-nos a força para continuar.
Em vez de lamuria, um grito e as coisas mudam...
Uma boa semana
Um abraço
José Gonçalves

Quintarantino disse...

Olá... mais uma vez... uma dúvida metódica... aquelas coisas são todas para mim?

Rafeiro Perfumado disse...

Experimenta dizer isso depois de pisar uma big bosta de vaca... ;)

Pedro Gamboa disse...

Pura bonomia...

robert mayoral disse...

gracias por pasar por mi blog!!! has cambiado mucho el tuyo, para mejor, claro está...felicidades!

Lu@r disse...

Talvez por isso:

Ser consciente na inconsciência...

Beijo

Maria Clarinda disse...

Adorei o teu post e ficar a reflectir sobre ele. Jinhos

isabel mendes ferreira disse...

sabedoria!




_______________


obrigada.